Assistência à saúde de lactantes e o desmame precoce: potencialidades e fragilidades

Nursing health care and early weaning: potentialities and weaknesses

Lactancia materna de lactantes prematuros hospitalizados en uci neonatal: una cohorte prospectiva

Palabras clave: Destete, Lactancia materna, Destete precoz, Enfermería
Key-words: Weaning, Breastfeeding, Early weaning, Nursing
Palavras chave: Desmame, Aleitamento materno, Desmame precoce, Enfermagem

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primaria à Saúde. Departamento de Promoção da Saúde. Guia alimentar para crianças brasileiras menores de 2 anos / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção Primaria à Saúde, Departamento de Promoção da Saúde. – Brasília: Ministério da Saúde; 2019.
2. Neri VF, Alves ALL, Guimarães LC. Prevalência de desmame precoce e fatores relacionados em crianças do Distrito Federal e entorno. REVISA. 2019;8(4):451-9. Doi: https://doi.org/10.36239/revisa.v8.n4.p451a459.
3. Sociedade Brasileira de Pediatria. Guia prático de aleitamento materno: Departamento Científico de Aleitamento Materno (2019-2021). SBP, nov.; 2020.
4. Lamounier JÁ, Chaves RG, Rego MAS, Bouzada MCF. iniciativa hospital amigo da criança: 25 anos de experiência no Brasil. Rev Paul Pediatr. 2019;37(4):486-493.
5. Ribeiro PL, Cherubim DO, Rechia FPNS, Padoin SMM, Paula CC. Dez passos para o sucesso no aleitamento materno: influên-cia na continuidade da amamentação. J. res. fundam. care. online jan/dez. 2021;13: 451-459.
6. Almeida JM, Luz SAB, Ued FV. Apoio ao aleitamento materno pelos profissionais de saúde: revisão integrativa da literatura. Rev Paul Pediatr. 2015;33(3):355-362.
7. Albuquerque JVS, Gomes JMF, Souza VKS, Silva GQ, Conceição EM, Lima LS et al. O papel do enfermeiro na prevenção do desmame precoce do aleitamento materno: uma revisão. Brazilian Journal of Development, Curitiba,aug. 2021;7(8):80682-80696.
8. Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis, out./dez. 2008;1(4):758-764.
9. Martins FA, Ramalho AA, Andrade AM, Opitz SP, Koifman RJ, Silva IF. Padrões de amamentação e fatores associados ao desmame precoce na Amazônia ocidental. Rev Saude Publica, 2021;55:21.
10. Silva AM, Santos MCS,Silva SRM, Ferreira FA, Freitas RSC, Santos REA et al. Aleitamento materno exclusivo: empecilhos apresentados por primíparas. Rev enferm UFPE on line., Recife, dez.2018;12(12):3205-11.
11. Rocha FNPS, Patrício FB, Passos MNS, Lima SWO, Nunes MGS. Caracterização do conhecimento das puérperas acerca do aleitamento materno. Rev enferm UFPE on line., Recife, set., 2018;12(9):2386-92.
12. Taveiro EAN, Vianna EYS, Pandolfi MM. Adesão ao Aleitamento Materno Exclusivo em Bebês de 0 a 6 Meses Nascidos em um Hospital e Maternidade do Município de São Paulo. Rev Bras Ciên Saúde 2020;24(1):71-82.
13. Monteiro ATA, Rossetto EG, Pereira KO, Lakoski MC, Birolim MM, Scochi CGS. Amamentação exclusiva em bebês prema-turos em hospitais amigos da criança: um estudo comparativo. Online braz. j. nurs. (Online), set. 2017;16(3):319-330.
14. Margotti E, Mattiello R. Fatores de risco para o desmame precoce. Rev Rene., jul-ago. 2016;17(4):537-44.
15. Amando AR, Tavares AK, Oliveira AKP, Fernandes FECV, Sena CRS, Melo RA. Percepção de mães sobre o processo de amamentação de recém-nascidos prematuros na unidade neonatal. Revista Baiana de Enfermagem, Salvador, out./dez. 2016;30(4):1-11.
16. Oliveira AC, Dias IKR, Figueredo FE, Oliveira JD, Cruz RSBLC, Sampaio KJAJ. Aleitamento materno exclusivo: causas da interrupção na percepção de mães adolescentes. Rev enferm UFPE on line., Recife, abr., 2016;10(4):1256-63.
17. Pinheiro JMF, Menêzes TB, Brito KMF, Melo ANL, Queiroz DJM, Sureira TM. Prevalência e fatores associados à pres-crição/solicitação de suplementação alimentar em recém-nascidos. Rev. Nutr., Campinas, maio/jun., 2016;29(3):367-375.
18. Moraes BA, Gonçalves AC, Strada JKR, Gouveia HG. Fatores associados à interrupção do aleitamento materno exclusivo em lactentes com até 30 dias. Rev Gaúcha Enferm. 2016;37(esp):e2016-0044.
19. Uchoa JL, Joventino ES, Javorski M, Almeida PC, Oriá MOB, Ximenes LB. Associação entre a autoefi cácia no ciclo gravídi-co puerperal e o tipo de aleitamento materno. Aquichan, 2017;17(1):84-92.
20. Peres JF, Carvalho ARS, Viera CS, Christoffel MM, Toso BRGO. Percepções dos profissionais de saúde acerca dos fatores biopsicossocioculturais relacionados com o aleitamento materno. Saúde Debate, Rio de Janeiro, jan-mar. 2021;45(128):141-151.
21. Santos JT, Makuch DMV. A prevalência do aleitamento materno exclusivo em crianças de 0 a 6 meses internadas em um hospital pediátrico de Curitiba. Tempus, actas de saúde colet, Brasília, jan, 2018;11(2),145-158.
22. Torres FCA, Oliveira FFP, Messias CM, Silva MRB, Matos PSD, Fernandes IM. Manutenção do aleitamento materno no retorno ao trabalho. Revista Nursing, 2019;22(255):3074-3077.
23. Lima APE, Castral TC, Leal LP, Javorski M, Sette GCS, Scochi CGS et al. Aleitamento materno exclusivo de prematuros e motivos para sua interrupção no primeiro mês pós-alta hospitalar. Rev Gaúcha Enferm., 2019;40:e20180406.
24. Murari CPC, Arciprete APR, Sponholz FG, Monteiro JCS. Introdução precoce da alimentação complementar infantil: compa-rando mães adolescentes e adultas. Acta Paul Enferm. 2021;34:eAPE01011.
25. Oliveira AKP, Melo RA, Maciel LP, Tavares AK, Amando AR, Sena CRS. Práticas e crenças populares associadas ao des-mame precoce. Av Enferm., 2017;35(3):303-312.
26. Vieira FS, Costa ES, Sousa GC, Oliveira TMP, Neiva MJLM. Influência do Parto Sobre o Desmame no Puerpério. J. res.: fun-dam. care. online, 2019;11(n. esp):425-431.
27. Dominguez CC, Kerber NPC, Rockembach JV, Susin LRO, Pinheiro RM, Rodrigues EF. Dificuldades no estabelecimento da amamentação: visão das enfermeiras atuantes nas unidades básicas de saúde. Rev enferm UERJ, Rio de Janeiro, 2017; 25:e14448.
28. Silva LAC, Fernandes TLS, Moura IVL, Gomes FA, Aloise DA. Prevalência do aleitamento materno exclusivo e fatores rela-cionados ao desmame precoce em um Hospital Amigo da Criança. Research, Society and Development, 2021;10(9):e52510918375.
29. Coelho AA, Lima CM, Arruda EHP. Conhecimento de gestantes e puérperas acerca da mastite puerperal. Journal Health NPEPS. Jul.dez., 2018;3(2):540-551.
30. Silva LLA, Cirino IP, Santos MS, Oliveira EAR, Sousa AF, Lima LHO. Prevalência do aleitamento materno exclusivo e fato-res de risco. Revista Saúde e Pesquisa, set.dez., 2018; 11(3):527-534.
31. Martins DP, Góes FGB, Pereira FMV, Silva LJ, Silva LF, Silva MA. Conhecimento de nutrizes sobre aleitamento materno: contribuições da enfermagem. Rev enferm UFPE on line., Recife, jul., 2018;12(7):1870-1878.
32. Camargo JF, Modenesi TSS, Brandão MAG, Cabral IE, Pontes MB, Primo CC. Experiência de amamentação de mulheres após mamoplastia. Rev Esc Enferm USP, 2018;52:e03350.
33. Baier MP, Toninato APC, Nonose ERS, Zilly A, Ferreira H, Silva RMM. Aleitamento materno até o sexto mês de vida em municípios da Rede Mãe Paranaense. Rev enferm UERJ, Rio de Janeiro, 2020;28:e51623.
34. Silveira FJF, Barbosa JC, Vieira VAM. Conhecimento dos pais sobre o processo de aleitamento materno em mães de uma maternidade pública em Belo Horizonte, MG. Rev Med Minas Gerais, 2018;28:e-1969.
35. Baraldi NG, Viana AL, Pimentel DTR, Stefanello J. Violência por parceiro íntimo e a prática do aleitamento materno. Rev enferm UFPE on line. 2019;13:e239360.
36. Ribeiro SFT, Fernandes RAQ. Nutrizes usuárias de drogas e o desfecho da amamentação: estudo de coorte. Rev Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. jan.mar., 2021;17(1):32-38.
37. Medeiros NA, Ferreira BMV, Costa LVFA, Silva JCB, Guerra MCGC, Albuquerque NLA et al. Aleitamento materno no siste-ma penitenciário: sentimentos da lactante. Revista Ciência Plural. 2020; 6(1):18-31.
38. Ferreira HLOC, Oliveira MF, Bernardo EBR, Almeida PC, Aquino PS, Pinheiro AKB. Fatores Associados à Adesão ao Aleita-mento Materno Exclusivo. Ciência & Saúde Coletiva, 2018;23(3):683-690.
39. Santos PV, Martins MCC, Tapety FI, Paiva AA, Fonseca FMNS, Brito AKS. Desmame precoce em crianças atendidas na Estrategia Saude da Familia. Rev. Eletr. Enf. 2018;20:v20a05.
40. Martins BS, Horewicz VC, Moraes GGW, Toso BRGO, Machineski GG, Viera CS. Autoeficácia da gestante para o aleitamen-to materno: estudo transversal. Cienc Cuid Saude jul.set.,2019;18(3) e44967.
41. Lahós NNT, Pretto ADB, Pastore CA. Mitos e crenças acerca do aleitamento materno no estado do Rio Grande do Sul (Bra-sil). Nutr. clín. diet. hosp. 2016; 36(4):27-33.
42. Carvalho MJLN, Carvalho MF, Santos CR, Santos PTF. Primeira visita domiciliar puerperal: uma estratégia protetora do aleitamento materno exclusivo. Rev Paul Pediatr. 2018;36(1):66-73.
43. Bauer DFV, Ferrari RAP, Cardelli AAM, Higarashi IH. Orientação profissional e aleitamento materno exclusivo: um estudo de coorte. Cogitare enferm. 2019;24:e56532.
44. Souza SA, Araújo RT, Teixeira JRB, Mota TN. aleitamento materno: fatores que influenciam o desmame precoce entre mães adolescentes. Rev enferm UFPE on line., Recife, out., 2016;10(10):3806-13.
45. Euzébio BL, Lanzarini TB, Américo GD, Pessota CU, Cicollela DA, Fioravanti Júnior GA et al. Amamentação: dificuldades encontradas pelas mães que contribuem para o desmame precoce. Boletim da Saúde, Porto Alegre, jul./dez. 2017;26(2):83-90.

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
dos Santos, Samara de Fátima Meregalli; Alves, Camila Neumaier; Silveira Siqueira, Diego. Lactancia materna de lactantes prematuros hospitalizados en uci neonatal: una cohorte prospectiva. Enfermería Comunitaria. 2023; 19: e14248. Disponible en: https://ciberindex.com/c/ec/e14248 [acceso: 14/06/2024]
Sección
Originales
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: