A saúde dos homens privados de liberdade no Brasil

The health of private freedom men in Brazil

La salud de los hombres de libertad privada em Brasil

  • Micheli Cristo Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) (Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil)
  • Michele Lopes Diniz Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) (Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil)
  • Vander Monteiro da Conceição Universidade Federal da Fronteira Sul (Chapecó, Santa Catarina, Brasil)
  • Marcela Martins Furlan de Léo Universidade Federal da Fronteira Sul (Chapecó, Santa Catarina, Brasil)
  • Jeferson Araujo dos Santos Universidade Federal da Fronteira Sul (Chapecó, Santa Catarina, Brasil)
  • Rafaela Azevedo Abrantes de Oliveira Simoneti Universidade Federal de Pernambuco (Recife, Pernambuco, Brasil)
Palabras clave: Hombres, Prisiones, Enfermería, Salud del hombre
Key-words: Men, Prisons, Nursing, Men’s Health
Palavras chave: Homens, Prisões, Enfermagem, Saúde do homem

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. World Prison Brief (WPB). World Prison Brief data. Disponível em: <http://www.prisonstudies.org/world-prison-brief-data>. Acesso em: 14 de abril de 2018.
2. Brasil. Ministério da Saúde. Atenção à saúde das pessoas privadas de liberdade. Brasília; 2014
3. Brasil. Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional. Brasília; 2014.
4. Jesus LO, Scarparo HBKO. Trabalho em saúde nas prisões: produção de sujeitos e territórios. Gerais Rev Interinst Psicol. 2015 jan-jun 8;1:(78-93).
5. Souza MO, passos JP. Enfermagem no sistema penal: limites e possibilidades. Esc Anna Nery. 2008 Set 12;3:(417-423). DOI: http:// dx.doi.org/10.1590/S1414-81452008000300004.
6. Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Uso de gerenciador de referências bibliográficas na seleção dos estudos primários em revisão integrativa. Texto Contexto Enferm [Internet]. 2019 [acesso 2019-04- 04]; 28: e20170204. Available from: https://dx.doi.org/10.1590/1980- 265X-TCE-2017-0204.
7. Souza MT, Silva MD, Carvalho R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. 2010 8:102-106.
8. Mother, D.; Liberati, A.; Tetzlaff, J.; Altman, D.G. The Prima Group. Preferred Reporting Items for Sistematic Reviews and Meta-Analyses: The PRISMA Statement for reporting systematic reviews and metaanalyses of studies that evaluate health care interventions: explanation and elaboration. J Clin Epidemiol. 2009 62;10: 1006-1012.
9. Melnyk BM, Finout-Overholt E. Evidence-based practice in nursing & healthcare. USA: WoltersKluwer; 2015.
10. Barbosa ML, Celino SDM, Oliveira LV, Pedraza DF, Costa GMC. Atenção básica à saúde de apenados no sistema penitenciário: subsídios para a atuação da enfermagem. Esc Anna Nery. 2014 18;4:586-592. DOI: http://dx.doi.org/10.5935/1414-8145.20140083.
11. Reis AR, Kind L. A saúde de homens presos: promoção da saúde, relações de poder e produção de autonomia. Psicol Rev. 2014 ago 20;2: 212-31.
12. Diuana V, Lhuilier D, Sánchez AR, Amado G, Araújo L, Duarte AM et al. Saúde em prisões: representações e práticas dos agentes de segurança penitenciária no Rio de Janeiro, Brasil. Cad Saud Publ. 2008 ago 24; 8:1887-96. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102- 311X2008000800017.
13. Martins ELC, Martins LG, Silveira AM, Melo EM. O contraditório direito à saúde de pessoas em privação de liberdade: o caso de uma unidade prisional de Minas Gerais. Saúde Soc. 2014 23; 4: 1222-34. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902014000400009.
14. Fernandes LM, Alvarenga CW, Santos LL, Pazin-filho A Necessidade de aprimoramento do atendimento à saúde no sistema carcerário. Rev Saúde Pública. 2014 48; 2: 275-83. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/ S0034-8910.2014048004934.
15. Carvalho LES, Sousa PCP, Veloso MV, Luz VLES, Feitosa VC. Percepção de detentos sobre a assistência à saúde em um presídio Estadual. Rev Interd. 2016 out. nov. dez. 9; 4: 79-88.
16. Valim EMA, Daibem AM, Hossne WS. Atenção à saúde de pessoas privadas de liberdade. Rev bioét. 2018; 26 (2): 282-90. DOI: https:// doi.org/10.1590/1983-80422018262249
17. Lima EMM, Soares IP, Santos ACM, Souza DO. Saúde dos agentes penitenciários no contexto Brasileiro. Rev Enferm UFPE online. Recife, 12(2): 510-519, fev. 2018. DOI: https://doi.org/10.5205/1981- 8963-v12i2a22831p510-519-2018
18. Brito LJS, Murofuse NT, Leal LA, Camelo SHH. Cotidiano e organização laboral de trabalhadores de saúde em presídio federal brasileiro. Rev Baiana Enferm. 2017;31(3):e21834. DOI: http://dx.doi. org/10.18471/rbe.v31i3.21834
19. Santana JCB, Andrade FC. Percepção da Equipe de Enfermagem Acerca da Assistência à Saúde no Sistema Prisional. Rev Fund Care Online. 2019. out./dez.; 11(5):1142-1147. DOI: http://dx.doi. org/10.9789/2175-5361.2019. v11i5.1142-1147
20. Oliveira TFF, Ferreira PJO, Rosa RKG. Perfil de saúde no sistema penitenciário brasileiro: uma revisão integrativa da literatura brasileira. Rev Express Católica Saúde [periódico na internet]. 2016 [acesso: 14 nov. 2018];1(1):121-5. Disponível em: http://publicacoesacademicas.fcrs.edu.br/index.php/recsaude/article/view/1384/1113

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
Cristo, Micheli; Diniz, Michele Lopes; Conceição, Vander Monteiro da; Léo, Marcela Martins Furlan de; Santos, Jeferson Araujo dos; Simoneti, Rafaela Azevedo Abrantes de Oliveira. La salud de los hombres de libertad privada em Brasil. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental. 2020; 12(1): 299-05. Disponible en: http://ciberindex.com/c/ps/P299305 [acceso: 18/01/2021]
Sección
Revisão Integrativa de Literatura
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: