Concepção de pessoas isodas sobre grupos de convivência

Elderly conception on coexistence groups

Concepción de personas idosas sobre grupos de convivencia

  • Kauan Ferraz Meneses Universidade do Estado da Bahia (UNEB) (Guanambi, Bahia, Brasil)
  • Aline Cristiane de Souza Azevedo Aguiar Universidade do Estado da Bahia (UNEB) (Guanambi, Bahia, Brasil)
  • Lucas Amaral Martins Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) (Cruz das Almas, Bahia, Brasil)
Palabras clave: Centros para personas mayores, Envejecimiento, Anciano, Servicios de salud para ancianos, Enfermería
Key-words: Senior centers, Aging, Aged, Health services for the aged, Nursing
Palavras chave: Centros de convivência, Envelhecimento, Idoso, Serviços de saúde para idosos, Enfermagem

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Aquino EB, Benito LAO. Modalidades assistenciais de atendimento ao idoso: revisão da literatura. Universitas: Ciências da Saúde [internet]. 2016 [acesso em 12 jan 2018];14(2):141-152. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/cienciasaude/ article/view/3526/3273
2. OMS (Organização Mundial da Saúde). Relatório mundial de envelhecimento e saúde. Genebra: WHO [internet]; 2015 [acesso em 12 jan 2018]. Disponível em: https://sbgg.org.br//wp-content/ uploads/2015/10/OMS-ENVELHECIMENTO-2015-port.pdf
3. Galleti TAI. A proteção social ao idoso dependente na seguridade social brasileira. São Paulo. Dissertação (Mestrado em Direito Político e Econômico) – Universidade Mackenzie [internet]; 2013 [acesso em 14 jan 2018]. Disponível em: http://tede.mackenzie.br/ jspui/handle/tede/1134
4. Santos RAAS, Aquino DMC, Coutinho NPS, Lages JS, Corrêa RGCF. Gerontologia e a arte do cuidar em enfermagem: revisão integrativa da literatura. Rev Pesq Saúde [internet]. 2013 [acesso em 14 jan 2018];14(2):118-123. Disponível em: http://www. periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/revistahuufma/article/ view/2306/392
5. Freire GV, Silva IP, Moura WB, Rocha FCV, Madeira MZA, Amorim FCM. Perfil de idosos que frequentam um centro de convivência da terceira idade. R. Interd. [internet]. 2015 [acesso em 14 jan 2018];8(2):11-19. Disponível em: https://revistainterdisciplinar. uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/view/619/pdf_206
6. Munhoz OL, Ramos TK, Moro B, Timm MS, Venturini L, Cremonese L, et al. Oficina bingo da saúde: uma experiência de educação em saúde com grupos de idosos. REME – Rev Min Enferm [internet]. 2016 [acesso em 14 jan 2018];20:e968. Disponível em: http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/1104
7. Instituto da Segurança Social, I.P. Guia Prático – Apoios Sociais – Pessoas Idosas. 2015 [acesso em 14 jan 2018]. Disponível em: http://www4.segsocial.pt/documents/10152/27202/apoios_ sociais_idosos.
8. Kinalski DDF, Paula CC, Padoin SMM, Neves ET, Kleinubing RE, Cortes LF. Focus group on qualitative research: experience report. Rev Bras Enferm [internet]. 2017 [acesso em 14 jan 2018];70(2):424-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ reben/v70n2/0034-7167-reben-70-02-0424.pdf
9. Freitas RF, Waechter HN, Coutinho SG, Gubert FA, Beck FA. Contribuição do Grupo Focal à pesquisa e ao processo de design da informação: percepção dos usuários sobre artefatos impressos de DST/Aids. Estudos em Design Revista [internet]. 2016 [acesso em 15 jan 2018];24(1):88–103. Disponível em: https://estudosemdesign. emnuvens.com.br/design/article/view/298
10. Bardin L. Análise de Conteúdo. 4 ed. Lisboa/ Portugal: Edições 70, 2016.
11. Braz IA, Zaia JE, Bittar CML. Percepção da qualidade de vida de idosas participantes e não participantes de um grupo de convivência da terceira idade de catanduva (SP). Estud. interdiscipl. Envelhec [internet]. 2015 [acesso em 15 jan 2018];20(2):583-596. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/RevEnvelhecer/article/view/48261
12. Xavier LN, Sombra ICN, Gomes AMA, Oliveira GL, Aguiar CP, Sena RMC. Grupo de convivência de idosos: apoio psicossocial na promoção da saúde. Rev Rene [internet]. 2015 [acesso em 15 jan 2018];16(4):557-66. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/rene/ article/view/2748.
13. Miranda LCV. Fatores associados à qualidade de vida de idosos de um centro de referência, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) – Universidade Federal de Minas Gerais [internet]; 2014 [acesso em 15 jan 2018]. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/ handle/1843/ANDO-9UBR4L.
14. Andrade AN, Nascimento MMP, Oliveira MMD, Queiroga RM, Fonseca FLA, Lacerda SNB. Percepção de idosos sobre grupo de convivência: estudo na cidade de Cajazeiras-PB. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol [internet]. 2014 [acesso em 15 jan 2018];17(1):39-48. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbgg/v17n1/1809-9823- rbgg-17-01-00039.pdf
15. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo 2010 [internet]. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/ populacao/censo2010/default_sinopse.shtm.
16. Annes LMB, Mendonça HGS, Lima FM, Lima MAS, Aquino JM. Perfil sociodemográfico e de saúde de idosas que participam de grupos de terceira idade em Recife, Pernambuco. Rev Cuid [internet]. 2017 [acesso em 15 jan 2018];8(1):1499-508. Disponível em: https:// www.revistacuidarte.org/index.php/cuidarte/article/view/365/774
17. Vargas AC, Portella MR. O diferencial de um grupo de convivência: equilíbrio e proporcionalidade entre os gêneros. Revista Kairós Gerontologia [internet]. 2013 [acesso em 15 jan 2018];16(3):227-238. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/ view/18546
18. Marques CP. Envelhecimento no Brasil: da formulação de políticas à estruturação de serviços de saúde integrais. Tempus, actas de saúde colet [internet]. 2014 [acesso em 16 jan 2018];8(1):65-70. Disponível em: http://www.tempusactas.unb.br/index.php/tempus/article/ download/1454/1773
19. Wichmann, FMA, Couto AN, Areosa SVC, Montañés MCM. Grupos de convivência como suporte ao idoso na melhoria da saúde. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol [internet]. 2013 [acesso em 16 jan 2018];16(4):821-832. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbgg/ v16n4/1809-9823-rbgg-16-04-00821.pdf
20. Carmona CF, Couto VVD, Scorsolini-Comin F. A experiência de solidão e a rede de apoio social de idosas. Psicologia em Estudo [internet]. 2014 [acesso em 16 jan 2018];19(4):681-691. Disponível em: http://www. scielo.br/pdf/pe/v19n4/1413-7372-pe-19-04-00681.pdf
21. Assis FS, Parra CR. Envelhecimento bem sucedido e a participação nos serviços de convivência para idosos. Psicologia.net [internet]. 2014 [acesso em 16 jan 2018]; ISSN 1646-6977. Disponível em: http:// www.psicologia.pt/artigos/textos/A0847.pdf
22. Gonzalez LMB, Seidl EMF. Envelhecimento ativo e apoio social entre homens participantes de um Centro de Convivência para Idosos. Revista Kairós Gerontologia [internet]. 2014 [acesso em 16 jan 2018];17(4):119-139. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/ index.php/kairos/article/view/23650

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
Meneses, Kauan Ferraz; Aguiar, Aline Cristiane de Souza Azevedo; Martins, Lucas Amaral. Concepción de personas idosas sobre grupos de convivencia. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental. 2021; 13: 123-9. Disponible en: http://ciberindex.com/c/ps/P123129 [acceso: 12/04/2021]
Sección
Pesquisa
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: