Assistência de enfermagem à criança/adolescente vítima de violência: revisão integrativa

Nursing care for child/adolescent victims of violence: integrative review

Asistencia de enfermería al niño/adolescente víctima de violencia: revisión integrativa

  • Manoella Souza da Silva Ambulatório União (Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil)
  • Viviane Marten Milbrath Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) (Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil)
  • Bruna Alves dos Santos Hospital Tacchini (Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, Brasil)
  • Jéssica Stragliotto Bazzan Hospital São Francisco de Paula (Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil)
  • Ruth Irmgard Bartschi Gabatz Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) (Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil)
  • Vera Lúcia Freitag Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) (Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil)
Palabras clave: Enfermería, Violencia, Niño, Adolescente
Key-words: Nursing, Violence, Child, Adolescent
Palavras chave: Enfermagem, Violência, Criança, Adolescente

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Organização Mundial da Saúde. Relatório mundial sobre violência e saúde. Genebra: WHO; 2002.
2. Souza RG, Santos DV. Enfrentando os maus-tratos infantis nas Unidades de Saúde da Família: atuação dos enfermeiros. Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro. 2013; 23(2):783-800. https://doi. org/10.1590/S0103-73312013000300007
3. Brasil. Ministério da Saúde. Linha de cuidado para a atenção integral à saúde de crianças, adolescentes e suas famílias em situação de violência: orientações para gestores e profissionais de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.
4. Apostólico MR, Hino P, Egry EY. As possibilidades de enfrentamento da violência infantil na consulta de enfermagem sistematizada. Revista Escola de Enfermagem da USP, São Paulo. 2013; 47(2):320-7. https:// doi.org/10.1590/S0080-62342013000200007
5. Waiselsz JJ. Centro Brasileiro de Estudos Latino Americanos. Mapa da violência 2012: crianças e adolescentes do Brasil. Rio de Janeiro: CEBELA; 2012. 84p.
6. Organização Mundial de Saúde. Global status report on violence prevention. Genebra: WHO; 2014.
7. Aragão AS, Ferrari MGC, Vendruscollo TS, Souza SL, Gomes R. Abordagem dos casos de violência à criança pela enfermagem na atenção básica. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2013; 21(Nº especial): 1-7.
8. Ciuffo LL, Rodrigues BMR, Tocantins FR. Ação interdisciplinar do enfermeiro à criança com suspeita de abuso sexual. Investigación y Educación en Enfermería. 2014; 32(1):112-8. https://doi.org/10.17533/ udea.iee.v32n1a13
9. Cunha PLP. Manual Revisão Bibliográfica Sistemática Integrativa: a pesquisa baseada em evidências. Belo Horizonte: COPYRIGHT; 2014.
10. Souza MT, Silva MD, Carvalho R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstei. 2010; 8(1):102-6.
11. Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Revisão Integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enfermagem, Florianópolis. 2008; 14(4):758-64. https://doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018
12. Melnyk BM, Fineout-Overholt E. Evidence-based practice in nursing & healthcare: A guide to best practice. Lippincott Williams & Wilkins; 2011.
13. Bezerra KP, Monteiro AI. Violência intrafamiliar contra a criança: intervenção de enfermeiros da Estratégia Saúde da Família. Revista RENE. 2012; 13(2):354-64.
14. Ciuffo LL, Rodrigues MRD, Cunha JM. O enfermeiro na atenção à criança com suspeita de abuso sexual: uma abordagem fenomenológica. Online Brasilian Journal of Nursing. 2009; 8(3). https://doi.org/10.5935/1676-4285.20092665
15. Woiski ROS, Rocha DLB. Cuidado de enfermagem à criança vítima de violência sexual atendida em unidade de emergência hospitalar. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem. 2010; 14(1):143-50. https://doi. org/10.1590/S1414-81452010000100021
16. Amaral LVOQ, Gomes AMA, Figueiredo SV, Gomes ILV. Significado do cuidado às crianças vítimas de violência na ótica dos profissionais de saúde. Revista Gaúcha de Enfermagem. 2013; 34(4):146-52. https:// doi.org/10.1590/S1983-14472013000400019
17. Salomão PR, Wegner W, Canabarro ST. Crianças e adolescentes abrigados vítimas de violência: dilemas e perspectivas da enfermagem. Revista RENE. 2014; 15(3):391-401. https://doi.org/10.15253/2175- 6783.2014000300003
18. Silva PA, Lunardi VL, Silva MRS, Lunardi WD. A notificação da violência intrafamiliar contra crianças e adolescentes na percepção dos profissionais de saúde. Ciência, Cuidado e Saúde. 2009; 8(1):56- 62. https://doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v8i1.7774
19. Cocco M, Silva EB, Jahn AC. Abordagem dos profissionais de saúde em instituições hospitalares a crianças e adolescentes vítimas de violência. Revista Eletrônica de Enfermagem. 2010; 12(3):491-7. https://doi. org/10.5216/ree.v12i3.7939
20. Cocco M, Silva EB, Jahn AC, Poli AS. Violência contra crianças e adolescentes: estratégias de cuidado adotadas por profissionais de saúde. Ciência, Cuidado e Saúde. 2010; 9(2):292-300. https://doi. org/10.4025/cienccuidsaude.v9i2.8061
21. Lima MCCS, Costa COM, Brigas M, Santana MAO, Alves TDB, Nascimento OC, et al. Atuação profissional da atenção básica de saúde face à identificação e notificação da violência infanto-juvenil. Revista Baiana de Saúde Pública. 2011; 35(1):118-37.
22. Nunes CB, Sarti CA, Ohara CVS. Concepções de profissionais de saúde sobre a violência intrafamiliar. Revista Latino Americana de Enfermagem. 2008; 16(1).
23. Lima PD, Farias GM. Condutas adotadas pelos profissionais de saúde com crianças hospitalizadas vítimas de violência. Revista Eletrônica de Enfermagem. 2008; 10(3):643-53. https://doi.org/10.5216/ree. v10.46596
24. Thomazine AM, Oliveira BRG, Vieira CS. Atenção a crianças e adolescentes vítimas de violência intrafamiliar por enfermeiros em serviços de pronto-atendimento. Revista Eletrônica de Enfermagem. 2009; 11(4):830-40. https://doi.org/10.5216/ree.v11i4.33237
25. Oliveira SM, Fatha LCP, Rosa VL, Ferreira CD, Gomes GC, Xavier DM. Notificação de violência contra crianças e adolescentes: atuação de enfermeiros de unidades básicas. Revista de Enfermagem UERJ, Rio de Janeiro. 2013; 21(1):594-9.
26. Angelo M, Prado SI, Cruz AC, Ribeiro MO. Vivências de enfermeiros no cuidado de crianças vítimas de violência intrafamiliar: uma análise fenomenológica. Texto Contexto Enfermagem. 2013; 22(3):585-92. https://doi.org/10.1590/S0104-07072013000300003
27. Grudtner DI, Carraro TE, Prado Ml, Souza Ml. O cuidado de enfermeiras à criança e ao adolescente vítima de violência doméstica: uma pesquisa qualitativa. Online Brasilian Journal of Nursing. 2008; 7(1)

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
Silva, Manoella Souza da; Milbrath, Viviane Marten; Santos, Bruna Alves dos; Bazzan, Jéssica Stragliotto; Gabatz, Ruth Irmgard Bartschi; Freitag, Vera Lúcia. Asistencia de enfermería al niño/adolescente víctima de violencia: revisión integrativa. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental. 2020; 12(1): 114-22. Disponible en: http://ciberindex.com/c/ps/P114122 [acceso: 18/01/2021]
Sección
Revisão Integrativa de Literatura
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: