(Re)discutindo a técnica de administração de medicamentos pela via intramuscular: revisão sistemática

(Re)discussing the drug administration technique by the intramuscular route: a systematic review

(Re)discutir la técnica de administración de fármacos por vía intramuscular: revisión sistemática

  • Barbara Ragasse Pereira Gomes Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) (Rio de Janeiro, Brasil)
  • Graciele Oroski Paes Escola de Enfermagem Anna Nery. Universidade Federal do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Brasil)
  • Fabíola Alves Traverso Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) (Rio de Janeiro, Brasil)
Palabras clave: Inyecciones intramusculares, ías de administración de medicamentos, Hematoma, Dolor agudo, Erupciones por medicamentos
Key-words: Intramuscular injections, Drug administration routes, Bruises, Acute pain, Drug eruption
Palavras chave: Injeções intramusculares, Vias de administração de medicamentos, Hematoma, Dor aguda, Erupção por droga

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Cassiani SHB, Rangel SM. Complicações locais pós-injeções intramusculares em adultos: revisão bibliográfica. Rev Medicina (Ribeirão Preto). 1999 out/dez; 32(4):444-450.
2. Oliveira VT, Cassiani SHDB. Análise técnica e científica da administração de medicamentos por via intramuscular em crianças por auxiliares de enfermagem. Acta Paul Enferm (On Line). 1997 maio/ago; 10(2):46-61.
3. Souza MT, Silva MD, Carvalho R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. 2010; 8(1):102-106.
4. Cruz DALM, Pimenta CAM. Prática baseada em evidências, aplicada ao raciocínio diagnóstico. Rev Latinoam Enferm. 2005; 13(3):416-421.
5. Galvão CM, Sawada NO. A liderança como estratégia para a implementação da prática baseada em evidências na enfermagem. Rev Gaúch Enferm. 2005; 26(3):293-301.
6. Sampaio RF, Mancini MC. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Rev Bras Fisioter. 2007 jan/fev; 11(1):83-89.
7. Pereira Al, Bachion MM. Atualidades em revisão sistemática de literatura, critérios de força e grau de recomendação de evidência. Rev Gaúch Enferm. 2006 dez; 27(4):491-498.
8. Galvão CM, Sawada NO, Auxiliadora TM. Revisão sistemática: recurso que proporciona a incorporação das evidências na prática da enfermagem. Rev Latinoam Enferm. 2004 maio/jun; 12(3):549-556.
9. Nobre MR, Bernardo WM, Jatene FB. A prática clínica baseada em evidências. Parte I questões clínicas bem construídas. Rev Bras Reomatol. 2004; 44(6):397-402.
10. Lucena ICD, Barreira IA, Baptista SS. Cinquentenário do manual de técnica de enfermagem (1957-2007): contribuições na construção do saber de enfermagem. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2010; 14(1):13-18.
11. Ursi ES. Prevenção de lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa da literatura. Ribeirão Preto. Dissertação [Mestrado] Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo; 2005.
12. Ferreira AM, Rigotti MA, Andrade PES, Andrade D. Eventos adversos pós-vacina dupla adulto em trabalhadores da construção civil. Rev Enferm UERJ. 2010; 18(1):9-13.
13. Craven RF, Hirnle CJ. Fundamentos de enfermagem saúde e função humana. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2006.
14. Potter PA, Perry AG. Fundamentos de enfermagem. 7. ed. Rio de Janeiro: Elsevier Editora; 2009.
15. Meneses AS, Marques IR. Proposta de um modelo de delimitação geométrica para a injeção ventroglútea. Rev Bras Enferm. 2007; 60(5):552-558.
16. Ferreira AM, Andrade D, Rigotti MA, Guerra OG. Antissepsia na administração de injetáveis: necessidade ou ritualismo? Rev Enferm UERJ. 2009; 17(1):130-133.
17. Kawamoto EE, Fontes JI. Fundamentos de enfermagem. 2. ed. São Paulo: EPU; 1997.
18. Souza EF. Manual de enfermagem. 6. ed. Rio de Janeiro: Editora Cultura Médica; 1993.
19. Figueiredo NMA. Administração de medicamentos: revisando uma prática de enfermagem. São Paulo: Yedis Editora; 2005.
20. Chung JWY, Ng WM, Wong TK. An experimental study on the use of manual pressure to reduce pain in intramuscular injections. J Clin Nurs. 2002; 11(4):457-461.
21. Prettyman J. Subcutaneous or intramuscular? Confronting a parenteral administration dilema. Medsurg Nurs. 2005; 14(2):93-98.
22. Godoy S, Nogueira MS, Mendes IAC. Aplicação de medicamentos por via intramuscular: análise do conhecimento entre profissionais de enfermagem. Rev Esc Enferm USP. 2004; 38(2):135-142.
23. Felipe AOB, Bazzano FCO, Andrade MBT, Terra FS. Avaliação dos efeitos inerentes à administração intramuscular de vacina nas regiões deltóidea e vasto lateral em crianças. Pediatria (São Paulo). 2011; 33(2):73-80.
24. Rocha RP. Distribuição do nervo cutâneo lateral da coxa na área de injeção intramuscular. Rev Assoc Med Bras. 2002; 48(4):353-356.
25. Cassiani SHB, Rangel SM. Complicações locais pós-injeções intramusculares em adultos: revisão bibliográfica. Rev Medicina (Ribeirão Preto). 1999; 32(4):444-450.
26. Meirelles H, Filho GRM. Lesão do nervo axilar causada pela injeção intramuscular no deltóide: relato de caso. Rev Bras Ortop. 2004; 39(10):125-132.
27. Rangel SM, Cassiani SHDB. Administração de medicamentos injetáveis por via intramuscular: conhecimento dos ocupacionais de farmácias. Rev Esc Enferm USP. 2000; 34(2):138-144.
28. Bjånes TK. Lokale bivirkninger ved parenteral administrasjon av legemidler. Tidsskr Nor Legeforen. 2011; 131(5):472-474.
29. Bartell JC. Needle temperature effect on pain ratings after injection. Clin J Pain. 2008; 24(3):260-264.
30. Lamblet LCR, Meira ES, Torres S, Ferreira BC, Martucchi SD. Ensaio clínico randomizado para avaliação de dor e hematoma em administração de medicamentos por via subcutânea e intramuscular: há necessidade de troca de agulhas? Rev Latinoam Enferm. 2011; (19)5:1063-1071.
31. Rock D. Does drawing up technique influence patient’s perception of pain at the injection site? Aust N Z J Ment Health Nurs. 2000; 9(3):147-151.
32. Romano CL, Cecca E. A new method to reduce pin-prick pain of intra-muscular and subcutaneous injection. Minerva Anestesiol. 2005; 71(10):609-615

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
Gomes, Barbara Ragasse Pereira; Paes, Graciele Oroski; Traverso, Fabíola Alves. (Re)discutir la técnica de administración de fármacos por vía intramuscular: revisión sistemática. Revista De Pesquisa: Cuidado é Fundamental. 2019; 11(1): 228-36. Disponible en: http://ciberindex.com/c/ps/P111228 [acceso: 23/04/2019]
Sección
Revisão
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: