Internações por condições sensíveis à atenção primária: avaliação das doenças relacionadas ao pré-natal e parto

Interactions through primary care sensitive conditions: evaluation of diseases related to pre-christmas and labor

Interacciones con condiciones sensibles a la atención primaria: evaluación de las enfermedades relacionadas con la pre-natal y parto

  • Vanessa Aparecida Gasparin Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Daiane Broch Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG), mestranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFRGS
  • Thaís Betti Graduanda em Enfermagem pela UFRGS
Palabras clave: Mujeres Embarazadas, atención primaria de salud, evaluación en salud
Key-words: Pregnant Women, primary health care, health evaluation
Palavras chave: Gestantes, Atenção Primária à Saúde, Avaliação em Saúde

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Pereira FJR, Silva CC da, Lima Neto EA. Perfil das Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária subsidiando ações de saúde nas regiões brasileiras. Saúde Debate [on-line]. 2015 [citado em 10 jun 2017]; 39(107): 1008-17. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ sdeb/v39n107/0103-1104-sdeb-39-107-01008.pdf
2. Alfradique ME, Bonolo PF, Dourado I, Lima Costa MF, Macinko J, Mendonça CS et al. Internações por condições sensíveis à atenção primária: a construção da lista brasileira como ferramenta para medir o desempenho do sistema de saúde (Projeto ICSAP – Brasil). Cad Saúde Pública [on-line]. 2009 [citado em 10 jun 2017]; 25(6): 1337-49. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v25n6/16.pdf
3. Deininger LSC, Silva CCS, Lucena KDT, Pereira FJR, Neto EAL. Internações por condições sensíveis à atenção primária: revisão integrativa. Rev Enferm Ufpe [on-line]. 2015 [citado em 10 jun 2017]; 9(1): 228-36. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/ revistaenfermagem/article/view/10329/11023
4. Costa JSD, Pattussi MP, Morimoto T, Arruda JS, Bratkowski GR, Sopelsa M et al. Tendência das internações por condição sensível à atenção primária e fatores associados em Porto Alegre, RS, Brasil. Ciênc saúde coletiva [on-line]. 2016 [citado em 20 jul 2017]; 21(4): 1289- 96. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v21n4/1413-8123- csc-21-04-1289.pdf
5. Pazó RG, Frauches DO, Molina MDCB, Cade NV. Modelagem hierárquica de determinantes associados a internações por condições sensíveis à atenção primária no Espírito Santo, Brasil. Cad Saúde Pública [on-line]. 2014 [citado em 20 jul 2017]; 30(9): 1891-902. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v30n9/0102-311Xcsp- 30-9-1891.pdf
6. Boing AF, Vicenzi RB, Magajewski F, Boing AC, Moretti-Pires RO, Peres KG et al. Redução das Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária no Brasil entre 1998-2009. Rev Saúde Pública [online]. 2012 [citado em 20 jul 2017]; 46(2): 359-66. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rsp/v46n2/3709.pdf
7. Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 221, de 17 de abril de 2008. Publica na forma do Anexo desta Portaria, a Lista Brasileira de Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária, 2008.
8. Campos AZ de; Theme-Filha MM. Internações por condições sensíveis à atenção primária em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Brasil, 2000 a 2009. Cad Saúde Pública [on-line]. 2012 [citado em 29 jul 2017]; 28(5): 845-55. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S0102-311X2012000500004
9. Ferreira JBB, Ferreira JBB, Borges JG, Santos LL, Forster AC. Internações por condições sensíveis à atenção primária à saúde em uma região de saúde paulista, 2008 a 2010. Epidemiol Serv Saúde [on-line]. 2014 [citado em 10 ago 2017]; 23(1): 45-56. Disponível em: http://scielo.iec.pa.gov.br/ scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-49742014000100005
10. Nedel FB, Facchini LA, Martín-Mateo M, Vieira LAS, Thumé E. Programa Saúde da Família e condições sensíveis à atenção primária, Bagé-RS. Rev Saúde Pública [on-line]. 2008 [citado em 10 ago 2017]; 42:1041-52. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo. php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102008000600010
11. ONU. Organização das Nações Unidas. Tradução - Centro Regional de Informações das Nações Unidas (UNRIC). Relatório sobre os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio 2010. Instituto de Estudos para o Desenvolvimento (IED). Brasília: Ministério da Educação, 2010.
12. Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 399, de 22 de fevereiro de 2006. Divulga o Pacto pela Saúde 2006 – Consolidação do SUS e aprova as Diretrizes Operacionais do Referido Pacto, 2006.
13. Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº 1.459, de 24 de junho de 2011. Institui no âmbito do SUS, a Rede Cegonha, 2011.
14. Pitilin EB, Gutubir D, Molena-Fernandes CA, Pelloso SA. Internações sensíveis à atenção primária específicas de mulheres. Ciênc saúde coletiva [on-line]. 2015 [citado em 02 set 2017]; 20(2): 441-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v20n2/1413-8123-csc-20-02-0441.pdf
15. IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo 2010. Disponível em: http://censo2010.ibge.gov.br/.
16. Cardoso CS, Pádua CM, Rodrigues-Júnior AA, Guimarães DA, Carvalho SF, Valentin RF et al. Contribuição das internações por condições sensíveis à atenção primária no perfil das admissões pelo sistema público de saúde. Rev Panam Salud Publica [on-line]. 2013 [citado em 08 set 2017]; 34(4): 227-34. Disponível em: http://www. scielosp.org/pdf/rpsp/v34n4/03.pdf
17. Pitilin EB; Pelloso SM. Internações sensíveis à atenção primária em gestantes: fatores associados a partir do processo da atenção prénatal. Texto Contexto Enferm [on-line]. 2017 [citado em 08 set 2017]; 26(2): 1-10. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v26n2/ pt_0104-0707-tce-26-02-e06060015.pdf

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
Gasparin, Vanessa Aparecida; Broch, Daiane; Betti, Thaís. Interacciones con condiciones sensibles a la atención primaria: evaluación de las enfermedades relacionadas con la pre-natal y parto. Revista De Pesquisa: Cuidado é Fundamental. 2019; 11(4): 1038-42. Disponible en: http://ciberindex.com/c/ps/P10381042 [acceso: 20/09/2019]
Sección
Pesquisa
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: