El Coste del Tratamiento a Pacientes com Enfermedad Renal Crónica (ERC), em Fase no Diálisis em um Hospital Académico

The Caring Costs for Patients Bearing Chronic Kidney Disease (CKD), in a Non-Dialytic Phase of a University Hospital

O Custo do Atendimento aos Pacientes com Doença Renal Crônica (DRC), em Fase Não Dialítica de um Hospital Universitário

  • Izabella Andrade da Rocha Hospital Universitário Pedro Ernesto. Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Brasil)
  • Frances Valéria Costa e Silva Hospital Universitário Pedro Ernesto. Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Brasil)
  • Tatiane Silva Campos Universidade Federal de Juiz de Fora (Minas Gerais, Brasil)
  • Cristiano Bertolossi Marta Universidade Federal Fluminense (Rio de Janeiro, Brasil)
Palabras clave: Enfermedad Renal crónica, Costos, Tecnología sanitaria

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Araújo IC, Kamimura MA, Draibe AS, Canziani MEF, Manfredi SR, Avesani CM et al. Nutritional parameters and mortality in incident hemodialysis patients. J Ren Nutr. 2006; 16(1): 27-35.
2. Bastos MG, Kirsztajn GM. Doença renal crônica: importância do diagnóstico precoce, encaminhamento imediato e abordagem interdisciplinar estruturada para melhora do desfecho em pacientes ainda não submetidos à diálise. J Bras Nefrol. 2011; 33(1): 93-108.
3. BRASIL. Portaria nº 226, de 10 de maio de 2010. Aprovar, na forma dos anexos desta Portaria, o PROTOCOLO CLÍNICO E DIRETRIZES TERAPÊUTICAS - ANEMIA NA INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA - REPOSIÇÃO DE FERRO (Anexo I) e PROTOCOLO CLÍNICO E DIRETRIZES TE-RAPÊUTICAS -ANEMIA NA INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNI-CA - ERITROPOETINA RECOMBINANTE HUMANA (Anexo II). Portal Saúde: protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas. 2016. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/sas/2010/ prt0226_10_05_2010.html.
4. BRASIL. Introdução à Gestão de Custos em Saúde. Portal Saúde: protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas. 2016. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/introducao_gestao_ custos_saude.pdf.
5. BRASIL. Diretrizes Clínicas para o Cuidado ao paciente com DRC – DRC no Sistema Único de Saúde. Portal Saúde: protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas. 2016. Disponível em: http://bvsms.saude.gov. br/bvs/publicacoes/diretrizes_clinicas_cuidado_paciente_renal.pdf
6. BRASIL. Portaria nº 389, de 13 de março de 2014. Define os critérios para a organização da linha de cuidado da Pessoa com DRC (DRC) e institui incentivo financeiro de custeio destinado ao cuidado Ambulatorial pré-dialítico. Portal da legislação: Leis ordinárias. 2016. Disponível: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2014/ prt0389_13_03_2014.html.
7. BRASIL. Sistema de Gerenciamento da Tabela de Procedimentos, Medicamentos e OPM do SUS (SIGTAP). Portal DATASUS. Disponível em: http://sigtap.datasus.gov.br/tabela-unificada/app/sec/ inicio.jsp.
8. Cherchiglia MI, Gomes IC, Alvares J, Júnior AG, Acúrcio FA, Andrade EIG et al. Determinantes dos gastos com diálises no Sistema Único de Saúde. Cad Saúde Pública. 2010; 26(8): 1627-41.
9. Costa MS, Sampaio JB, Teixeira OFB, Pinheiro MBGN, Leite ES, Pereira, AA. Doenças renais: perfil social, clínico e terapêutico de idosos atendidos em um serviço de nefrologia. Espaço para a Saúde- Revista de Saúde Pública do Paraná. 2015; 16(2): 77-85.
10. Coutinho NPS, Tavares MCH. Atenção ao paciente renal crônico, em hemodiálise, sob a ótica do usuário. Cad Saúde Colet. 2011; 19(2): 232-39.
11. Daugirdas TJ, Blake PG, Ing TS. Manual de diálise. 4ª edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2013.
12. Erickson KF, Japa S, Owens DK, Chertow GM, Garber AM, Fiebert JDG. Cost-effectiveness of statins for primary cardiovascular prevention in chronic kidney disease. J Am CollCardiol. 2013; 61(12): 1250-8.
13. Everling J, Gomes JS, Benetti ERR, Kirchner RM, Barbosa DA, Stumm EMF. Eventos Associados à hemodiálise e percepções de incomodo com a Doença renal. Av.enferm. 2016; 34(1): 48-57.
14. Fernandes MICD, Silva PKA, Dantas ALM, Paiva MGMN, Araújo MGA, Lira ALBC. Pacientes em hemodiálise com diagnóstico de enfermagem volume de líquidos excessivo: aspectos socioeconômicos e clínicos. Cogitare Enfermagem. 2015; 20(1): 161-70.
15. Ferreira KA. Análise de Custo-Efetividade de Procedimentos para o Adiamento da Fase Terminal da DRC Associada ao Diabetes Mellitus e à Hipertensão Arterial sob a Perspectiva do Sistema Único de Saúde [Dissertação]. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, 2009.
16. Franco MR, Fernandes NM. Diálise no paciente idoso: um desafio do século XXI - revisão narrativa. J Bras Nefrol. 2013; 35(2): 132-41.
17. Frazão CMFQ, Ramos VP, Lira ALBC. Qualidade de vida de pacientes submetidos a hemodiálise. Rev Enferm UERJ. 2011; 19(4): 577-82.
18. Gil AC. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª edição. São Paulo: Atlas, 2008.
19. Go SA, Chertow GM, Fan D, McCulloch CE, Hsu C. Chronic kidney disease and the risks of death, cardiovascular events, and hospitalization. N Engl J Med. 2004; 351: 1296-305.
20. Godoy MR, Neto GB, Ribeiro EP. Estimando as perdas de rendimento devido à DRC no Brasil. Divulg. saúde debate. 2007; 38: 68-85.
21. Goto S, Komaba H, Fukagawa M, Nishi s. Optimizing the costeffectiveness of treatment for chronic kidney disease-mineral and bone disorder. KidneyIntSuppl. 2013; 3(5): 457-61.
22. Howard K, White S, Salkeld G, McDonald S, Craig JC, Chadban S et al. Cost-effectiveness of screening and optimal management for diabetes, hypertension, and chronic kidney disease: a modeled analysis. Value Health. 2010; 13(2): 196-208.
23. KDOQI clinical practice guidelines for vascular access: update 2006. Am J Kidney Dis. 2006; 48(1): 248-73.
24. KDOQI clinical practice guidelines and clinical practice recommendations for anemia in chronic kidney disease: 2007 update of hemoglobin target. National Kidney Foundation. 2007. Disponível: http://www2.kidney.org/professionals/kdoqi/guidelines_anemia/ cpr21.htm.
25. Martínez BB, Silva FM, Veiga VT, Custódio RP, Silva JV Desigualdade social em pacientes renais crônicos. Rev Bras Clin Med. 2011; 9(3): 195-9.
26. Medeiros RC, Sousa MNA, Santos MLL, Medeiros HRL, Freitas TD, Moraes JC. Epidemiological profile of patients under hemodialysis. Journal of Nursing UFPE. 2015; 9(11): 9846-52.
27. Moraes CE, Cerolli CF, Silva VS, Franco RJS, Habermann F, Matsubara BB et al. Preditores de insuficiência renal crônica em pacientes de centro de referência em hipertensão arterial. Rev Assoc Med Bras. 2009; 55(3): 257-62.
28. Negretti CD, Mesquita PGM, Baracho NCV. Perfil Epidemiológico de Pacientes Renais Crônicos em Tratamento Conservador em um Hospital Escola do Sul de Minas/Epidemiological Profile of Chronic Renal Failure Patients on Conservative Treatment in a Hospital in Southern School of Minas. REVISTA CIÊNCIAS EM SAÚDE. 2015; 4(4): 49-60.
29. Nordio M, Limido A, Maggiore U, Nichelatti M, Postorino M, Quintaliani G. Survival in patients treated by long-term dialysis compared with the general population. Am J Kidney Dis. 2012; 59(6): 819-28.
30. Paula RB, Fernandes NF, Carmo VMP, Andrade LCF, Bastos MG. Obesidade e DRCç. J Bras Nefol. 2006; 28(3): 158-64.
31. Pedron AJ. Metodologia científica: auxiliar do estudo, da leitura e da pesquisa. 5ª edição. Brasília: Edição do Autor/Escala Gráfica e Editora, 2004.
32. Júnior JER. Doença renal crônica: Definição, Epidemiologia e Classificação. J Bras Nefrol. 2004;26(3 supl 1): 1-3.
33. Santos I, Rocha RPF, Berardinelli LMM. Necessidades de orientação de enfermagem para o autocuidado de clientes em terapia de hemodiálise. Rev Bras Enferm. 2011; 64(2): 335-42.
34. Santos FR, Filgueiras MS, Chaoubah A, Bastos MG, Paula RB. Efeitos da abordagem interdisciplinar na qualidade de vida e em parâmetros laboratoriais de pacientes com DRC. Rev. Psiq.Clín. 2008;35(3): 87- 95.
35. Setz VG, D’Innocenzo M. Avaliação da qualidade de registros de enfermagem no prontuário por meio de auditoria. Acta Paul Enferm. 2009;22(3): 313-7.
36. Schmidt MI, Duncan BB, Silva GA, Menezes AM, Monteiro CA, Barreto SM et al. Doenças crônicas não transmissíveis no Brasil: carga e desafios atuais. The Lancet. 2011; 4: 61-74.
37. Silva ST, Ribeiro RCL, Rosa COB, Cotta RMM. Tratamento conservador: influência sobre parâmtros clínicos de indivíduos em hemodiálise. O Mundo da Saúde. 2013;37(3): 354-64.
38. Soares GL, Oliveira EAR, Lima LHO, Formiga LMF, Brito BB. Perfil epidemiológico de pacientes renais crônicos em tratamento hemodialítico: um estudo descritivo. Revista multiprofissional em saúde do Hospital São Marcos. 2013;1(1): 1-8.
39. Sociedade Brasileira de Cardiologia. Consenso e Diretrizes [internet]. Brasil: 2016 [citado em 2016 out 17]. Disponível em: http:// departamentos.cardiol.br/dha/consenso3/capitulo6.asp
40. Sociedade Brasileira de Nefrologia. Censo de diálise [internet]. Brasil: 2013 [citado em 2015 ou 15]. Disponível em: http://sbn.org.br/pdf/ censo_2013_publico_leigo.pdf
41. Sociedade Brasileira de Nefrologia. Estimativa do custo do procedimento de Hemodiálise II [internet]. Brasil: 2011 [citado em 2016 out 17]. Disponível em: http://arquivos.sbn.org.br/pdf/23_ apresentacao.pdf.
42. Sociedade Brasileira de Nefrologia. Índice de Massa Corporal – IMC – (Body Mass Index) [internet]. Brasil: 1997 [citado em 2015 out 15]. Disponível em: http://arquivos.sbn.org.br/equacoes/eq5.htm
43. Teixeira FIR, Lopes MLH, Santos RF. Sobrevida de pacientes em hemodiálise em um hospital universitário. J Bras Nefrol. 2015;37(1): 64-71.
44. United States Renal Data System. 2014 USRDS Annual Data Report [internet]. USA: 2014[citado em 2015 out 15]. Disponível em: https:// www.usrds.org/2014/view/
45. Vasconcelos CR, Dutra DA, Oliveira EM, Fernandes S. Perfil socioeconômico e clínico de um grupo de diabéticos em tratamento hemodialítico em Curitiba. Revista Uniandrade. 2013;14(2): 183-200.
46. Vasconcellos MM, Gribel EB, Moraes IHS. Registros em saúde: avaliação da qualidade do prontuário do paciente na atenção básica, Rio de Janeiro, Brasil. Cad. Saúde Pública. 2008; 24(1): 5173-82

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
Rocha, Izabella Andrade da; Silva, Frances Valéria Costa e; Campos, Tatiane Silva; Marta, Cristiano Bertolossi. El Coste del Tratamiento a Pacientes com Enfermedad Renal Crónica (ERC), em Fase no Diálisis em um Hospital Académico. Revista De Pesquisa: Cuidado é Fundamental. 2018; 10(3): 647-55. Disponible en: http://ciberindex.com/c/ps/P103647 [acceso: 14/12/2018]
Sección
Pesquisa
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: