Análise da continuidade do cuidado a usuários com doença crônica na rede de atenção à saúde

Análisis de la continuidad del cuidado a usuarios con enfermedad crónica en la red de atención a la salud

  • Mariana Timmers dos Santos Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Brasil)
  • Maria Alice Dias da Silva Lima Escola de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Brasil)
Palabras clave: Continuidad de los cuidados, Enfermedades crónicas, Red de atención a la salud

Resumo

Bibliografía

1. Utzumi, FC et al. Continuidade do cuidado e o interacionismo simbólico: um entendimento possível. Texto Contexto Enferm. 2018; 27(2), e4250016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-070720180004250016 [acesso: 28/05/2019].
2. World Health Organization. Continuity and coordination of care: a practice brief to support implementation of the WHO Framework on integrated people-centred health services. Geneva, 2018. Licence: CC BY-NC-SA 3.0 IGO. Disponível em: https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/274628/9789241514033-eng.pdf?sequence=1&isAllowed=y [acesso: 19/05/2019].
3. Mendes, FRP et al. A continuidade de cuidados de saúde na perspectiva dos utentes. Ciênc & Saúde Coletiva. 2017;22(3), 841-853. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232017223.26292015. [acesso: 05/06/2019].
4. Napolitano, F et al, Assessment of Continuity of Care among Patients with Multiple Chronic Conditions in Italy. PLoS One. 2016; 11(5), e0154940. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4854373/pdf/pone.0154940.pdf [aces-so: 06/05/2019]
5. Deeny, S et al. Briefing: reducing hospital admissions by improving continuity in general practice. London: The Health Founda-tion, 2017. Disponível em: https://www.health.org.uk/sites/default/files/ReducingAdmissionsGPContinuity.pdf [acesso: 25/05/2019].
6. Forstner, J et al. Improving continuity of patient care across sectors: study protocol of a quasi-experimental multi-centre study regarding an admission and discharge model in Germany (VESPEERA). BMC Health Serv Res. 2019; 19(1), 206. Disponível em: https://doi.org/10.1186/s12913-019-4022-4 [acesso: 01/05/2019].
7. Mendes, EV. A construção social da atenção primária à saúde. Brasília: Conselho Nacional de Secretários de Saúde – CO-NASS, 2015. Disponível em: http://www.saude.go.gov.br/wp-content/uploads/2016/12/a-construcao-social-da-atencao-primaria-a-saude.pdf [acesso: 23/01/2019].
8. World Health Organization. Saving lives, spending less: a strategic response to noncommunicable diseases. Geneva, 2018. Licence: CC BY-NC-SA 3.0 IGO. Disponível em: https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/272534/WHO-NMH-NVI-18.8-eng.pdf [acesso: 19/05/2019].
9. Costa, KC da; Cazola, LHO; Tamaki, EM. Assessment of Chronic Illness Care (ACIC): avaliação da aplicabilidade e resulta-dos. Saúde debate, Rio de Janeiro. 2016; 40(108), 106-117. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0103-1104-20161080009 [acesso: 07/05/2019].
10. Minayo, MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14. ed. São Paulo: Hucitec, 2015.

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
dos Santos, Mariana Timmers; Lima, Maria Alice Dias da Silva. Análisis de la continuidad del cuidado a usuarios con enfermedad crónica en la red de atención a la salud. Paraninfo Digital. 2019; 13(29): . Disponible en: http://ciberindex.com/c/pd/e106 [acceso: 15/12/2019]
Sección
Proyecto de investigación breve
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 4 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Mariana el 18/11/2019 a las 14:01:30:
Prezada Samia, agradecemos pelo comentário. Esperamos por meio deste estudo trazer contribuições para a assistência em enfermagem e para novas práticas que visem a qualificação da atenção no Sistema
Único de Saúde (SUS). Estamos à disposição para contatos sobre a pesquisa. Atenciosamente.
Mariana el 18/11/2019 a las 13:56:20:
Aline, obrigada pelo comentário. Esperamos trazer contribuições para a assistência em enfermagem e para a qualificação da atenção de pessoas com doenças crônicas no sistema de saúde brasileiro. Atenciosamente.
Samia el 15/11/2019 a las 16:13:20:
Parabéns pela proposta de trabalho!!!! Realmente no Brasil há uma carência de estudos no que diz respeito a continuidade da atenção fora do ambiente hospitalar, do funcionamento da rede após alta e a interdisciplinaridade onde se insere o enfermeiro no contexto apresentado. Acredito que contribuirá e subsidiará novos estudos e estratégias a serem pulverizadas a enfermagem nacional.
Aline el 14/11/2019 a las 18:15:01:
Trabalho bem interessante, uma vez que a garantia da continuidade dos cuidados de pacientes crônicos é uma problemática mundial. A pesquisa terá contribuições para o fortalecimento da rede de atenção à saúde e para atuação da enfermagem no sistema de saúde no Brasil.

Hay un total de 4 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: