The power of humor in the care of people with Borderline Personality Disorder

Território: conceitos de profissionais da saúde mental no cuidado ao usuário de crack

  • Aline Basso da Silva Escola de Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Brasil
  • Leandro Barbosa de Pinho Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Luciane Prado Kantorski Departamento de Enfermagem, Faculdade de Enfermagem e Obstetrícia, Universidade Federal de Pelotas. Pelotas, RS, Brasil
  • Cláudia Luísa Zeferino Pires Departamento de Geografia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS, Brasil
Key-words: Mental health, Geography, Nursing
Palavras chave: Salud mental, Crack, Saúde mental, Geografia, Enfermagem

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Alcioli Neto ML, Santos MFS. Os usos de Crack em um contexto de vulnerabilidade: Representações e práticas sociais entre usuários. Rev. Psicologia, teoria e pesquisa, 2016; 32(3). Disponível em http://www.scielo.br/pdf/ptp/v32n3/1806-3446-ptp-32-03-e32326.pdf. [acesso: 12/10/2017]. 2. Ministério da Saúde (BR). Decreto nº 7.179, de 20 de maio de 2010. Institui o Plano Integrado de Enfrentamento ao crack e outras Drogas, cria seu Comitê Gestor, e dá outras providências. Brasília; 2010. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7179.htm. [acesso: 12/10/2017]. 3. Mcgovern R, Mcgovern W. Voluntary risk-taking and heavy-end crack cocaine use: An edgework perspective. Health risk soc, 2011; 3:487-500. Disponível em https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/13698575.2011.596192?scroll=top&needAccess=true. [acesso: 12/10/2017]. 4. Pérez AO, Benschop A, Korf DJ. Differential profiles of crack users in respondent-driven and Institutional samples: A three-site comparison. Euro Addict Research, 2012; 18:184-92. Disponível em https://www.karger.com/Article/Abstract/336118 [acesso: 12/10/2017]. 5. Souza ML. O território: sobre espaço e poder. Autonomia e desenvolvimento. En: Castro IE, Gomes PCC, Corrêa RL (organi-zadores). Geografia: conceitos e temas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001. 6. Santos MRP, Nunes MO. Território e Saúde Mental: Uma experiência de usuários de um Centro de Atenção Psicossocial, Sal-vador, Bahia. Interface - Comunic Saude Educ, 2011; 15:715-26. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/icse/2011nahead/aop3511.pdf [acesso: 14/10/2017]. 7. Haesbaert: HAESBAERT, Rogério. Territórios alternativos. Rio de Janeiro: Contexto/EdUFF, 2002. 8. Minayo MCS. O desafio do conhecimento. 8ª ed. São Paulo: Editora Hucitec, 2004. 9. Santos M. Por uma outra Globalização: do pensamento único à consciência universal. Rio de Janeiro: Record, 2003. 10. Santos EC, Azevedo FGS. As Práticas Itinerantes de Cuidado no Contexto de Saúde Mental no Brasil. Revista Psicologia, Diversidade e Saúde 2016: 95-105. Disponível em https://www5.bahiana.edu.br/index.php/psicologia/article/download/851/596 [acesso: 14/10/2017]. 11. Augé M. Não Lugares: Introdução a uma antropologia da Supermodernidade. 9ª ed. Campinas-SP: Editora Papirus, 2012. 12. Rui TC. Corpos Abjetos: etnografia em cenários de uso e comércio de crack. [Tesis]. Campinas: Doutorado em Antropologia Social do Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, Universidade Estadual de Campinas; 2012. Disponível em http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/280382/1/Rui_Taniele_D.pdf [acesso: 14/10/2017]. 13. Adorno RCF, Rui T, Silva SL, Malvasi PA, Vasconcellos MP, Gomes BR, et al. Etnografia da cracolândia: notas sobre uma pesquisa em território urbano. Sau e Transf Soc, Florianópolis 2013; 4:04-13. Disponível em http://incubadora.periodicos.ufsc.br/index.php/saudeetransformacao/article/view/2246 [acesso: 10/11/2017]. 14. Silva SL, Adorno RCF. A etnografia e o trânsito das vulnerabilidades em territórios de resistências, registros, narrativas e reflexões a partir da Cracolândia. Sau Transf Soc. Florianópolis 2013; 4:21-31. Disponível em http://incubadora.periodicos.ufsc.br/index.php/saudeetransformacao/article/view/2240 [acesso: 10/11/2017]. 15. Rotelli F, Leonardis O, Mauri D. Desinstitucionalização. 2ª ed. São Paulo: Hucitec, 2001.

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
da Silva, Aline Basso; de Pinho, Leandro Barbosa; Kantorski, Luciane Prado; Pires, Cláudia Luísa Zeferino. Território: conceitos de profissionais da saúde mental no cuidado ao usuário de crack. Presencia. 5 de abril de 2018; 14. Disponible en: http://ciberindex.com/c/p/e11616 [acceso: 21/09/2018]
Sección
Originales
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: