La gestión de la información en la atención primaria de salud y la calidad de los registros de enfermería

The Management of Information on Basic Health Care and the Quality of Nursing Records

A gestão da informação em atenção básica de saúde e a qualidade dos registros de enfermagem

  • Dorquelina Augusta Maia Universidade Federal Fluminense (Rio de Janeiro, Brasil)
  • Geilsa Soraia Cavalcanti Valente Universidade Federal Fluminense (Rio de Janeiro, Brasil)
Palabras clave: educación continua, gestión de la información en salud, registros de enfermería.
Key-words: continuing education, information management in health, nursing records
Palavras chave: educação permanente, gestão da informação em saúde, registros de enfermagem

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Silveira DS et al. Gestão do trabalho, da educação, da informação e comunicação na atenção básica à saúde de municípios das regiões Sul e Nordeste do Brasil. Cad. Saúde Pública (Rio de Janeiro). 2010;26(9):1714-26.
2. Jesus BC de, et al. Operacionalização da auditoria como instrumento para avaliação dos registros de enfermagem: revisão integrativa. Rev Enferm UFPE [internet]. 2014 [citado 2016 nov 12];8(7):2122-9. Disponível em: http://www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/article/viewFile/5513/pdf_5549
3. Malucelli A, Otemaier KR, Bonnet M, Cubas M R, Garcia T R. Sistema de informação para apoio à sistematização da assistência de enfermagem. Rev Bras Enferm [internet]. 2010 Ago [citado 2016 nov 14];63(4):629-36. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003471672010000400020&lng=pthttp://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672010000400020
4. Franco MTG, Akemi EN, D´Inocento M. Avaliação dos registros de enfermeiros em prontuários de pacientes internados em unidade de clínica médica. Acta Paul Enferm [internet]. 2012 [citado 2015 dec 15];25(2):163-70. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010321002012000200002&lng=enhttp://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002012000200002
5. Menezes PIFB, D'innocenzo M. Dificuldades vivenciadas pelo enfermeiro na utilização de indicadores de processos. Rev Bras Enferm [internet]. 2013 [citado 2016 nov 14];66(4):571-7. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v66n4/v66n4a16.pdf
6. Silva MVS, Silva LMS, Dourana HHM, Nascimento AAM, Moreira TMM. Limites e possibilidades da auditoria em enfermagem e seus aspectos teóricos e práticos. Rev Bras Enferm [internet]. 2012 [citado 2016 nov 14];65(3):535-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v65n3/v65n3a21.pdf
7. Schon DA. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas; 2000.
8. Brasil, Ministério da Saúde. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Portaria nº 198/GM/MS de 13 de fevereiro de 2004. Anexo Diário Oficial da União no 32/2004, secção I, Brasília; 2004.
9. Tanaka OY, Tamaki EM. O papel da avaliação para a tomada de decisão na gestão de serviços de saúde. Cien Saude Colet [internet]. 2012 [citado 2016 nov 14];17(4):821-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v17n4/v17n4a02.pdf
10. Malik AM, Schiesari LMC. Qualidade e acreditação. Em Vecina NG. Gestão em saúde. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2011. p. 320-5.
11. De Sordi JO de. Administração da informação: fundamentos e práticas para uma nova gestão do conhecimento. São Paulo: Saraiva; 2008.
12. Minayo MC. Análise qualitativa: teoria, passos e fidedignidade. Ciênc Saúde Coletiva [internet]. 2012 mar [citado 2015 dec 15];17(3):621-6. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S141381232012000300007&lng=enhttp://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012000300007
13. Minayo MC. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 11a ed. São Paulo: Hucitec; 2014.
14. Pinto HA, editor. Núcleo de apoio à saúde da família. Vol. 1: Ferramentas para a gestão e para o trabalho cotidiano [internet]. Brasília: Ministério de Saúde de Brasil; 2014. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/caderno_39.pdf
15. Pinto HA, editor. Acolhimento à demanda espontânea [internet]. Brasília: Ministério de Saúde de Brasil; 2013. Disponível em: http://www.saude.sp.gov.br/resources/humanizacao/biblioteca/documentos-norteadores/cadernos_de_atencao_basica_-_volume_i.pdf
16. Silva RM, Jorge MSB, Silva Júnior AG, orgs. Planejamento, gestão e avaliação nas práticas de saúde [livro eletrônico]. Fortaleza: EdUECE; 2015. Disponível em: http://www.uece.br/eduece/dmdocuments/PLANEJAMENTO%20GESTAO%20E%20AVALIACAO%20NAS%20PRATICAS%20DE%20SAUDE%20-%20EBOOK%20-%20548pg.pdf

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
Maia, Dorquelina Augusta; Valente, Geilsa Soraia Cavalcanti. La gestión de la información en la atención primaria de salud y la calidad de los registros de enfermería. Investigación En Enfermería: Imagen Y Desarrollo. 2018; 20(2): . Disponible en: http://ciberindex.com/c/id/20208id [acceso: 25/03/2019]
Sección
Artículos
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: