Estrategias para reducción de los incidentes relacionados al uso de medicamentos en terapia intensiva

Strategies for reducing incidents related to drug use in intensive care

Estratégias para redução dos incidentes relacionados ao uso de medicamentos em terapia intensiva

  • Eder Luís Arboit Enfermero, Maestro en Enfermería, Docente en el Curso de Enfermería de la Universidad de Cruz Alta. RS, Brasil
  • Silviamar Camponograra Enfermera, Doctora en Enfermería, Docente del Departamento y Programa de Posgrado en Enfermería de la Universidad Federal de Santa Maria (UFSM). RS, Brasil
  • Tânia Bosi de Souza Magnago Enfermera, Doctora en Enfermería, Docente del Departamento y Programa de Posgrado en Enfermería de la Universidad Federal de Santa Maria (UFSM). RS, Brasil
  • Janete de Souza Urbanetto Enfermera, Doctora en Ciencias de la Salud, Docente en el Curso de Enfermería de la Pontifícia Universidad Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). RS, Brasil
  • Carmem Lúcia Colomé Beck Enfermera, Doctora en Enfermería, Docente del Departamento y Programa de Posgrado en Enfermería de la Universidad Federal de Santa Maria (UFSM). RS, Brasil
  • Luiz Anildo Anacleto da Silva Enfermero, Doctor en Enfermería PEN/UFSC, Docente del Curso de Enfermería, Departamento de Ciencias de la Salud de la Universidad Federal de Santa Maria, RS, Brasil
Palabras clave: Seguridad del paciente, Enfermería, Errores de Medicación, Unidades de Cuidados Intensivos
Key-words: Patient Safety, Nursing, Medication Errors, Intensive Care Units
Palavras chave: Segurança do Paciente, Enfermagem, Erros de Medicação, Unidades de Terapia Intensiva

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Silva LD, Carvalho MF. Revisão integrativa da produção científica de Enfermeiros acerca de erros com medicamentos. Rev. enferm. UERJ. 2012; 20(4):519-25.
2. Dias da Silva G, Silvino ZR, Saraiva de Almeida V, Lemos Querido D, Silva Cunha Dias P, Pompeu Christovam B. Erros de medicação em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal. Enferm. glob. 2014; 13(33):370-384.
3. Runciman W, Hibbert P, Thomson R, Van der Schaaf T, Sherman H, Lewalle P. Towards an International Classification for Patient Safety: key concepts and terms. International Journal for Quality in Health Care. 2009; 21(1)18–26.
4. Brasil. CNS. Portaria nº 529/2013 - Institui o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP). Brasília, DF, 2013.
5. D’Aquino, FFR, Juliani CMCM, Lima SAM, Spiri WC, Gabriel CS. Incidentes relacionados a medicamentos em uma insti-tuição hospitalar: subsídios para a melhoria da gestão. Rev enferm UERJ. 2015; 23(5):616-21.
6. Lisboa CD. Preparo e administração de medicamentos por sondas em pacientes que recebem nutrição enteral. Dissertação de Mestrado apresentada ao programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2011.
7. Camerini FG, Silva LD. Segurança do paciente: análise do preparo de medicação intravenosa em hospital da rede sentinela. Texto contexto - enferm. 2011; 20(1):41-49
8. Rogers AE, Dean GE, Hwang WT, Scott LD. Role of registered nurses in error prevention, discovery and correction. Qual Saf Health Care. 2008; 17(2):117-121.
9. Rodrigues MCS, Oliveira LC. Erros na administração de antibióticos em unidade de terapia intensiva de hospital de ensino. Rev Eletr Enf. 2010; 12(3): 511-19.
10. Ortega DB, D’innocenzo M. Análise de erros de medicação sob a ótica de auxiliares/técnicos de enfermagem em uma unidade de terapia intensiva. Nursing. 2012; 14(164):48-52.
11. Belela ASC, Peterlini MAS, Pedreira MLG. Revelação da ocorrência de erro de medicação em unidade de cuidados intensivos pediátricos. Rev. bras. ter. intensiva. 2010; 22(3): 257-263.
12. Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 13. ed. São Paulo: Hucitec, 2013.
13. Fontanella BJB, Ricas J, Turato ER. Amostragem por saturação em pesquisas qualitativas em saúde: contribuições teóricas. Cad Saúde Pública. 2008; 24(1):17-27.
14. Brasil, CNS. Resolução 466/2012 - Normas para pesquisa envolvendo seres humanos. Brasília, DF, 2012.
15. Vaismoradi M, Jordan S, Turunen H, Bondas T. Nursing students' perspectives of the cause of medication errors. Nurse Edu-cation Today. 2014; 34(3):434-440.
16. Ward JK, McEachan RRC, Lawton R, Armitage G, Watt I, Wright J. Quality and Safety Research Group. Patient involvement in patient safety: Protocol for developing an intervention using patient reports of organizational safety and patient incident reporting. BMC Health Services Research. 2011; 11(130):1-10.
17. Telles filho PCP, Pereira Júnior AC, Veloso IR. Identification and analysis of errors during medication administration in a hospital pediatric unit. J Nurs UFPE. 2014; 8(4):943-950.
18. Lopes BC, Vargas MAO, Azeredo NSG, Behenck A. Erros de medicação realizados pelo técnico de enfermagem na UTI: contextualização da problemática. Enfermagem em Foco. 2012; 3(1):16-21.
19. Pedreira MLG, Peterlini MAS, Harada MJCS. Erros de medicação: aspectos relativos à prática do enfermeiro In: Harada, MJCS, Pedreira MLG, Peterlini MAS, Pereira SR. O erro humano e a segurança do paciente. 2. ed. São Paulo: Atheneu; 2006.
20. Santana JCB, Sousa MA, Soares HJC, Avelino KSA. Fatores que influenciam e minimizam os erros na administração de medicamentos pela equipe de enfermagem. Rev. Enfermagem Revista. 2012; 15(1):122-37.
21. Brasil CNS. Protocolo de identificação do paciente. Brasília, DF, 2013.
22. Souza S, Rocha PK, Cabral PFA, Kusahara DM. Use of safety strategies to identify children for drug administration. Acta Paul Enferm. 2014; 27(1):6-11.
23. Elliot M, Liu Y. The nine rights of medication administration: an overview. Br J Nurs. 2010; 19(5):300-5.
24. Brasil. ANVISA. Resolução 7/20110 - Dispõe sobre os requisitos mínimos para funcionamento de Unidades de Terapia Inten-siva e dá outras providências. Brasília, DF, 2010.
25. Silva LD, Camerini FG. Analisys the intravenous medication administration in sentinel network hospital. Text Context Nurs-ing. 2012; 21(3):633-641.
26. Adhikari R, Tocher J, Smith P, Corcoran J, MacArthur J. A multi-disciplinary approach to medication safety and the implica-tion for nursing education and practice. Nurse Education Today. 2014; 34(2):185-90.
27. Kim J, Bates DW. Medication administration errors by nurses: adherence to guidelines. Journal of Clinical Nursing. 2013; 22(3-4): 590-8.
28. Coren/SP - Conselho Regional de Enfermagem do estado de São Paulo Erros de Medicação - Definições e Estratégias de Prevenção. São Paulo, 2011.
29. Franco JN, Ribeiro G, D’Innocenzo M, Barros, BMA. Percepção da equipe de enfermagem sobre fatores causais de erros na administração de medicamentos. Rev Bras Enferm. 2010; 63(6):927-932.
30. Brasil MS, Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação em Saúde. A educação permanente entra na roda: polos de educação permanente em saúde: conceitos e caminhos a percorrer. Brasília, DF, 2004.
31. Silva LAA, Bonacina DM, Andrade A, Oliveira TC. Desafios na construção de um projeto de educação permanente em saúde. Rev Enferm UFSM. 2012; 2(3):496-506.
32. Coren/SP - Conselho Regional de Enfermagem do estado de São Paulo Erros de Medicação - Definições e Estratégias de Prevenção. São Paulo, 2011.
33. Brasil MS. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação em Saúde. Política nacional de educação permanente em saúde. Brasília, DF: 2009.
34. Corbellini VL, Schilling MCL, Frantz SF, Godinho TG, Urbanetto JS. Eventos adversos relacionados a medicamentos: per-cepção de técnicos e auxiliares de enfermagem. Rev. bras. enferm. 2011; 64(2):241-247.
35. Cuirong XU, Guohong LI, Nanyuan YE, Yanyan LU. An intervention to improve inpatient medication management: a before and after study. J Nurs Manag. 2014; 22(3):286-94.
36. Oliveira RM, Leitão IMTA, Silva LMS, Figueiredo SV, Sampaio RL, Gondim MM. Estratégias para promover segurança do paciente: da identificação dos riscos às práticas baseadas em evidências. Esc Anna Nery. 2014;18(1):122-129.

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
Arboit, Eder Luís; Camponograra, Silviamar; Magnago, Tânia Bosi de Souza; Urbanetto, Janete de Souza; Beck, Carmem Lúcia Colomé; da Silva, Luiz Anildo Anacleto. Estrategias para reducción de los incidentes relacionados al uso de medicamentos en terapia intensiva. Evidentia. 4 de mayo de 2018; 15. Disponible en: http://ciberindex.com/c/ev/e10620 [acceso: 13/11/2018]
Sección
Originales
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: