Alimentação saudável: exploracão e inspeção do aprendizado de escolares após abordagem didática

Healthy diet: exploration and inspection of the learning of schoolchildren after didactic approach

Alimentación saludable: exploración e inspección del aprendizaje de escolares después de un abordaje didáctico

  • Antônia de Sousa Lima Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz, MA, Brasil)
  • Bruna Rodrigues Costa Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz, MA, Brasil)
  • Mônica Ribeiro Sousa Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz, MA, Brasil)
  • Paula Gabrielle Gomes Candido Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz, MA, Brasil)
  • Adriana Gomes Nogueira Ferreira Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz, MA, Brasil)
  • Janaina Miranda Bezerra Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz, MA, Brasil)
Key-words: Health education, Child development, Feeding behaviors
Palavras chave: Educação em saúde, Desenvolvimento infantil, Hábitos alimentares

Abstract

Resumo

Bibliografía

1. Jomori MM, Proença RPC, Calvo MCM. Determinantes de escolha alimentar. Rev. Nutr. 13/03/2008; Vol. 21(1): 63-73 Dis-ponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732008000100007 [acesso: 24/10/2018].
2. Einloft ABN, Cotta RMM, Araújo RMA. Promoção da alimentação saudável na infância: fragilidades no contexto da Atenção Básica. Rev. Ciência & Saúde Coletiva, 2018; 23(1): 61-72. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/csc/v23n1/1413-8123-csc-23-01-0061.pdf [acesso: 24/10/2018].
3. Ribeiro ZMT, Spadella MA. Validação de conteúdo de material educativo sobre alimentação saudável para crianças menores de dois anos. Rev Paul Pediatr. 1608/01/2018. Vol. 36(2) Pág. 155-163. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rpp/v36n2/0103-0582-rpp-2018-36-2-00007.pdf [acesso: 24/10/2018].
4. Carvalho AP, Adriana; Oliveira VB, Verena; Santos, Luana LC. Hábitos alimentares e práticas de educação nutricional: atenção a crianças de uma escola municipal de Belo Horizonte. Rev. Pediatria. 21/09/2010; 32.(1): 20-27. Disponível em http://www.nutricaoemfoco.com.br/NetManager/documentos/habitos_alimentares_e_praticas_de_educacao_nutricional.pdf [acesso: 24/10/2018].
5. Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS), Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Alimentação, nutrição e a saúde da família: desequilíbrio nutricional e carência de vitaminas e micronutrientes/ Fabrício Silva Pessoa (Org.). 27/12/2014. Disponível em https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/1806 [acesso: 24/10/2018].
6. Hermida PMV, Silva LC, Ziegler, FLF. Os micronutrientes zinco e vitamina c no envelhecimento. Ensaios e Ciência: Ciências Biológicas, Agrárias e da Saúde 2010; 14(2): 177-189. Disponível em http://www.redalyc.org/pdf/260/26019017015.pdf [acesso: 24/10/2018].
7. Farias PKS, Silva VS, Silveira MF, Caldeira AP, Pinho L. Consumo habitual de alimentos fonte de vitamina A em pré-escolares da zona rural no Norte de Minas Gerais. Rev. Nutr. 2015; 28(5): 533-542. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rn/v28n5/1415-5273-rn-28-05-00533.pdf. [acesso: 24/10/2018].
8. Pedraza FD. Evidências do impacto da suplementação múltipla com micronutrientes no crescimento de pré-escolares: revisão sistemática. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil 2014; 14(1); 17-37. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbsmi/v14n1/1519-3829-rbsmi-14-01-0017.pdf [acesso: 24/10/2018].
9. Padilha EM, Fujimori E, Borges ALV, Sato APS, Gomes MN, Branco MRFC, et al. Perfil epidemiológico do beribéri notificado de 2006 a 2008 no Estado do Maranhão. Brasil. Cad. Saúde Pública 2011; 27 (3): 449-459. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/csp/v27n3/06.pdf [acesso: 24/10/2018].
10. Barreto TMAC, Barreto F. Caracterização dos casos de Beribéri entre indígenas no norte do Brasil. SANARE, Sobral 2016; 15(2): 104-111. Disponível em https://sanare.emnuvens.com.br/sanare/article/download/1044/590[acesso: 24/10/2018].
11. Vannucchi H, Rocha MM. Ácido ascórbico (vitamina C). São Paulo: Brasil International Life Sciences Institute do Brasil – ILSI 2012; 21. Disponível em http://ilsi.org/brasil/wp-content/uploads/sites/9/2016/05/21-Vitamina-C.pdf. [acesso: 24/10/2018].
12. Marques CDL, Dantas AT, Fragoso TS, Duarte ALBP. A importãncia dos níveis de vitamina D nas doenças autoimunes. Revista Brasileira de Reumatologia. 2010; 50(1): 67-80. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rbr/v50n1/v50n1a07.pdf. [acesso: 24/10/2018].
13. Bueno AL, Czepielewski MA. A importância do consumo dietético de cálcio e vitamina D no crescimento. Jornal de Pediatria. 2008; 84(5): 386-394. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/jped/v84n5/v84n5a03.pdf [acesso: 24/10/2018].
14. Andrade PCO, Castro LS, Lambertucci MS, Lacerda MIPB, Araújo VPRJ, Bremm TAL, et al. Diet, sun exposure, and dietary supplementation: effect on serum levels of vitamin D. Revista Médica de Minas Gerais 2014; 25 (3): 432-437. Disponível em http://www.rmmg.org/artigo/detalhes/1823 [acesso: 24/10/2018].
15. Santos HLBS,sa, Silva SS, Paula E, Pereira‑Ferrari L, Mikamic L, Riedi CA, et al. Mutações do gene do receptor de vitamina d e níveis séricos de vitamina d em crianças com asma. Rev Paul Pediatr. 2018; 36(3): 268‑274. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rpp/v36n3/0103-0582-rpp-2018-36-3-00016.pdf [acesso: 24/10/18].
16. Brasil. Conselho Nacional de Saúde, Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. Resolução Nº 466 de 12 de dezembro de 2012: Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Brasília, 2012. Disponível em http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf [acesso 24/10/2018].
17. Ribeiro GNM, Silva JBL. A alimentação no processo de aprendizagem. Revista Eventos Pedagógicos 2013; 4(2): 77-85. Dis-ponível em http://sinop.unemat.br/projetos/revista/index.php/eventos/article/viewFile/1270/941 [acesso: 24/10/2018].
18. Weber JM. Arroz: características químicas, culinárias e nutricionais das diferentes variedades consumidas no Brasil [trabalho de conclusão de curso]. Brasília: Universidade de Brasília Faculdade de ciências da saúde da universidade de Brasília 2012. Disponível em http://bdm.unb.br/bitstream/10483/6333/1/2012_JessicaMunizWeber.pdf [acesso em 24/10/2018].
19. Martins MLB, Tônial SR, Gama MEA, Mônica, Silva THR, Ribeiro JM, Barbosa JMA. Consumo de alimentos entre adoles-centes de um estado do Nordeste brasileiro. Demetra 2014; 9(2): 577-594. Disponível em http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/demetra/article/view/9693 [acesso: 24/10/2018].


20. Freiberg CK, Phillipi ST, Leal GVS, Martinez MF, Silva MEW. Avaliação do consumo alimentar de crianças menores de dois anos institucionalizadas em creches no município de São Paulo. Revista da Associação Brasileira de Nutrição 2012; 4(5). Dis-ponível em https://www.rasbran.com.br/rasbran/article/download/122/100 [acesso: 24/10/2018].
21. Conceição SIO, Santos CJN, Silva AAM, Silva JS, Oliveira TC. Consumo alimentar de escolares das redes pública e privada de ensino em São Luís, Maranhão. Revista de Nutrição 2010; 23(6): 993-1004. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/rn/v23n6/06.pdf [acesso: 24/10/2018].
22. Kurihayashi AY, Augusto RA, Escaldelai FMD, Martini LA. Estado nutricional de vitaminas A e D em crianças participantes de programa de suplementação alimentar. Caderno de Saúde Publica 2015; 31(3): 531-542. Disponível em http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00082814 [acesso: 24/10/2018].
23. Almeida DS, Azevedo EBV, Carvalho LA, Nogueira LA. O vídeo na construção de uma educação do olhar. Revista Perspec-tivas Online 2009; 3 (9). Disponível em: http://www.seer.perspectivasonline.com.br/index.php/revista_antiga/article/view/353 [acesso: 24/10/2018].
24. Scaduto, Alessandro Antônio. O desenho infantil: forma de expressão cognitiva, criativa e emocional. Psico-USF 2013; 18 (1): 163-164. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pusf/v18n1/v18n1a18.pdf [acesso: 24/10/2018].
25. Silva VGF, Candido PGG, Santos YS, Neto MS, Ferreira AGN, Bezerra JM. Educação em saúde para escolares de uma escola municipal: a alimentação em questão. Paraninfo Digital Monográficos de Investigaciónen Salud 2015; 22. Disponível em: http://www.index-f.com/para/n22/pdf/179.pdf. [acesso: 24/10/2018].
26. Pereira FGF, Pinheiro SJ, Caetano JA, Ataíde MBC. Características de Práticas de Educação em Saúde Realizadas Por Estu-dantes De Enfermagem. Cogitare Enfermagem 2016; 21(2): 01-07. Disponível em: http://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/44209/27949 [acesso: 24/10/2018].

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
Lima, Antônia de Sousa; Costa, Bruna Rodrigues; Sousa, Mônica Ribeiro; Candido, Paula Gabrielle Gomes; Ferreira, Adriana Gomes Nogueira; Bezerra, Janaina Miranda. Alimentación saludable: exploración e inspección del aprendizaje de escolares después de un abordaje didáctico. Enfermería Comunitaria. 2019; 15. Disponible en: http://ciberindex.com/c/ec/e12239 [acceso: 23/08/2019]
Sección
Originales
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: