Sistematización de la Asistencia de Enfermería a un paciente portador de Accidente Vascular Encefálico: relato de experiencia

Systematization of nursing assistance to a Cerebral Stroke Patient: Experience report

Sistematização da Assistência de Enfermagem a um paciente portador de Acidente Vascular Encefálico: relato de experiência

  • Francieli Carolina Novaski da Silva Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil
  • Éder Luís Arboit Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil
  • Liara Abarrasim de Mello Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil
  • Luana Possamai Menezes Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil
  • Adriane Marines dos Santos Hospital Mãe de Deus em Porto Alegre. RS, Brasil
  • Cristina Thum Kaefer Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil
Palabras clave: Enfermería, Manejo de Atención al Paciente, Procesos de Enfermería, Accidente Cerebrovascular
Key-words: Nursing, Patient Management, Nursing Process, Stoke
Palavras chave: Enfermagem, Administração dos Cuidados ao Paciente, Processos de Enfermagem, Acidente Vascular Cerebral.

Resumen

Abstract

Resumo

Bibliografía


  1. Zilli F, Lima ECBA, Kohler MC. Neuroplasticidade na reabilitação de pacientes acometidos por AVC espástico. Rev. Ter. Ocup., 2014; 63(3): 317-322.

  2. Smeltzer SC, Bare BG. Brunner, Suddarth. Tratado de enfermagem médico-cirúrgica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2016.

  3. Teles MS, Gusmão C. Avaliação funcional de pacientes com Acidente Vascular Cerebral utilizando o protocolo de Fugl-Meyer. Rev Neurocienc., 2012; 20(1): 42-49.

  4. Lavados PM, Hennis, AJM, Fernandes JG, Medina MT,Legetic B, Hoppe A,  et al., Stroke epidemiology, prevention, and management strategies at a regional level: Latin America and the Caribbean. Lancet Neurology, 2007; Apr;6(4):362-72.

  5. Brasil, Ministério da Saúde. Banco de Dados do Sistema Único de Saúde – DATASUS [internet]. [acesso 20 março 2018]. Disponível em: www.datasus.gov.br.

  6. Pinheiro HA, Vianna LG. Taxa de Mortalidade Específica por Doenças Cerebrovasculares no Distrito Federal entre 1995 e 2005. Rev Neurocienc; 2012; 20(4):488-93.

  7. Jacob SG. Avaliação dos cuidados de fisioterapia domiciliária em idosos vítimas de acidente vascular cerebral. Rev. Bras. Fisioter., 2012; 12(6):1147-1153.

  8. Piassaroli CAP, Almeida GC, Luvizotto JC, Suzan ABBM. Modelos de Reabilitação Fisioterápica em pacientes adultos com sequelas de AVC isquêmico. Rev Neurocienc 2012; 20(1):128-137.

  9. Severo IM, Weschenfelder MA, Monosi SD, Pinto LRC, Dos Santo VFR. Acidente Vascular Cerebral. IN: SANTOS, M.N.; MEDEIROS, R.M.; SOARES, O.M. Emergência e Cuidados críticos para Enfermagem: conhecimentos, habilidades - atitudes. Porto Alegre: Moriá, 2018.

  10. Silva RCA, Monteiro GL, Santos AG. O Enfermeiro na Educação de Cuidadores de Pacientes com Sequelas de Acidente Vascular. Rev. de Atenção à Saúde. 2015; 13(45):114-120

  11. Maniva SJCF, Freitas CHA, Jorge MSB, Carvalho ZMF, Moreira TMM. Vivendo o acidente vascular encefálico agudo: significados da doenca para pessoas hospitalizadas. Rev Esc Enferm USP. 2013;47(2):362-8.

  12. Herdamn TH. Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e classificação 2015-2017. 10.ed. Porto Alegre/RS: Artmed, 2015. 468p.

  13. Santos N, Veiga P, Andrade R. Importância da anamnese e do exame físico para o cuidado do enfermeiro. Rev. bras. enferm. 2011; 64(2):355-358.

  14. Cofen. Conselho Federal de Enfermagem. Resolução n. 358 de outubro de 2009. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem, e dá outras providências. Disponível em: http://www.portalcofen.gov.br/sitenovo/node/4384

  15. Huitzi-Egilegor JX, Elorza-Puyadena MI, Urkia-Etxabe JM, Zubero-Linaza J. Use of the nursing process at public and private centers in a health area. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2012; 20(5):903-8.

  16. Silva JP, Garanhani MLP, Peres AM. Assistência de Enfermagem na graduação: um olhar sob o Pensamento Complexo. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2015; 23(1):59-66.

  17. Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14. ed. São Paulo: Hucitec, 2014.

  18. Cavalcante BLL, Lima UTS. Relato de experiência de uma estudante de Enfermagem em um consultório especializado em tratamento de feridas. J Nurs Health. 2012; 1(2):94-103.

  19. Brasil CNS. Resolução 466/2012 - Normas para pesquisa envolvendo seres humanos. Brasília, DF, 2012.

  20. Santos ASR, Souza PA, Valle AMD, Cavalcanti ACD, Sá SPC, Santana RF. Caracterização dos diagnósticos de enfermagem Identificados em prontuários de idosos: um estudo retrospectivo. Texto Contexto Enferm. Florianópolis, 2008 Jan-Mar; 17(1):141-9.

  21. Souza ABG, Landin SA. Introdução ao exame físico. IN: Souza ABG. Exame físico no adulto. São Paulo, Martinari, 2013.

  22. Santos WN. Sistematização da assistência de enfermagem: o contexto histórico, o processo e obstáculos da implantação: J Manag Prim Health Care. 2014; 5(2):153-158.

  23. Gouveia MTO, Araújo PTS, Monteiro AKC, Monteiro AKC, Avelino FVSD. The implementation of nursing diagnosis in an intensive care unit. Rev Enferm UFPI. 2012; Sep-Dec;1(3):222-5.

  24. Oliveira RR, Ribeiro VS, Godoy GS, Cavalcante AMRZ, Stival MM, Lima LR. Diagnósticos de enfermagem de idosos cadastrados em estratégias de saúde da família em um município do interior de Goiás. R. Enferm. Cent. O. Min. 2011; 1(2):248-259.

  25. Chaves LD. A prescrição de enfermagem e a classificação das intervenções de enfermagem - NIC. In: Chaves LD, Solai CA. Sistematização da Assistência de enfermagem: considerações teóricas e aplicabilidade. São Paulo, Martinari; 2013.

  26. Alfaro-LeFevre R, Thorell A. Aplicação do processo de enfermagem: uma ferramenta para o pensamento crítico. 7 ed. Porto Alegre: Artmed; 2010

  27. Chaves LD. Evolução de Enfermagem. In: Chaves LD, Solai CA. Sistematização da Assistência de enfermagem: considerações teóricas e aplicabilidade. São Paulo, Martinari; 2013.

  28. Silva AMF, Heidemann ITSB. Desvelando a deficiência em busca da cidadania. Acta Paul Enferm. 2012; 15(1):79-89.

Biografía del autor

Francieli Carolina Novaski da Silva, Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil

Enfermeira (egressa) do Curso de Enfermagem da Universidade de Cruz Alta - Unicruz, Cruz Alta -RS, Brasil.

Éder Luís Arboit, Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil

Enfermeiro, Mestre em Enfermagem. Docente no Curso de Enfermagem da Universidade de Cruz Alta - Unicruz, Cruz Alta -RS, Brasil.

Liara Abarrasim de Mello, Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil

Enfermeira (egressa) do Curso de Enfermagem da Universidade de Cruz Alta - Unicruz, Cruz Alta -RS, Brasil

Luana Possamai Menezes, Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil

Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Docente no Curso de Enfermagem da Universidade de Cruz Alta - Unicruz, Cruz Alta - RS, Brasil.

Adriane Marines dos Santos, Hospital Mãe de Deus em Porto Alegre. RS, Brasil

Enfermeira, Especialista em Terapia Intensiva. Atua no Hospital Mãe de Deus em Porto Alegre - RS, Brasil.

Cristina Thum Kaefer, Universidade de Cruz Alta – Unicruz. Cruz Alta, RS, Brasil

Enfermeira, Mestre em Enfermagem e Saúde. Doutoranda em Gerontologia Biomédica. Docente no Curso de Enfermagem da Universidade de Cruz Alta - Unicruz, Cruz Alta - RS, Brasil.

Novedades
Estadísticas
Cómo citar
1.
da Silva, Francieli Carolina Novaski; Arboit, Éder Luís; de Mello, Liara Abarrasim; Menezes, Luana Possamai; dos Santos, Adriane Marines; Kaefer, Cristina Thum. Sistematización de la Asistencia de Enfermería a un paciente portador de Accidente Vascular Encefálico: relato de experiencia. Enfermería Comunitaria. 19 de julio de 2018; 14. Disponible en: http://ciberindex.com/c/ec/e10900 [acceso: 13/11/2018]
Sección
Originales
Comentarios

DEJA TU COMENTARIO     VER 0 COMENTARIOS

Normas y uso de comentarios


Hay un total de 0 comentarios


INTRODUCIR NUEVO COMENTARIO

Para enviar un comentario, rellene los campos situados debajo. Recuerde que es obligatorio indicar un nombre y un email para enviar su comentario (el email no sera visible en el comentario).

Nombre:
e-mail:
Comentario: